CÂMARA DE VEREADORES VOLTA A DEBATER, NA SEGUNDA-FEIRA, DIA 18, OS EFEITOS DA SECA EM JANAÚBA

por jan — publicado 15/03/2013 16h36, última modificação 30/08/2018 17h12
Equipe da Emater-MG apresentará relatório de atividades em Janaúba em 2012.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – A situação de calamidade pela qual este município atravessa voltará a ser debatido na Câmara de Vereadores de Janaúba na segunda-feira, dia 18, às 18h, quando o presidente da Associação dos Sindicatos Rurais do Norte de Minas (Aspronorte), José Aparecido Mendes Santos, que também é presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Janaúba, irá explanar sobre o drama da agropecuária local e as ações tomadas para minimizar esse quadro desolador.

A participação do líder ruralista no debate foi assegurada pelo presidente da Câmara, vereador Paulo Roberto (Pauleca) de Oliveira, por entender que o assunto é de fundamental importância e impactante no aspecto social e econômico. A crise na área agrícola devido à estiagem tem sido questionada pelos vereadores, principalmente pelo vereador Carlos Isaildon Mendes que tem ouvido relatos de produtores rurais e de moradores diante da possibilidade de escassez de água até para a população.

Uma situação grave é com relação à redução drástica do volume da barragem Bico da Pedra de onde é captada água para os moradores de Janaúba e para a irrigação de lavouras nos projetos Lagoa Grande, em Janaúba, e Gorutuba, em Nova Porteirinha. Além disso, tem aumentado a perca de peso e até a mortandade de bovinos pela falta de pasto. O reflexo desse quadro negativo é a descapitalização dos produtores e, conseqüentemente, a demissão de funcionários.

Também na reunião desta segunda-feira, às 18h, a equipe da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) fará uma explanação sobre as atividades da empresa no município de Janaúba no ano de 2012 e ainda apresentar o relatório de perdas das produção de alimentos devido à seca. (Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Janaúba)