CÂMARA DE JANAÚBA REJEITA CONTAS DO EX-PREFEITO IVONEI ABADE

por jan — publicado 26/08/2013 17h27, última modificação 30/08/2018 17h12
Maioria dos vereadores seguiu recomendação do TCE-MG que reprovava a prestação de contas

Foto Oliveira Júnior

Ivonei Abade Brito, ex-prefeito de Janaúba.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – Quase dois meses após ter presenciado a aprovação de duas prestações de contas das suas duas gestões seguidas, num total de oito anos de mandato, o ex-prefeito Ivonei Abade Brito (PSDB) se viu na noite do dia 15 de agosto em situação antagônica. Após junho passado, o tucano tinha 6 das 8 prestações aprovadas. Faltavam as dos anos de 2002 e 2003. Esta última ainda não foi analisada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) de Minas Gerais.

O TCE havia emitido parecer prévio recomendando aos vereadores que rejeitassem a prestação de contas do ano de 2002. A Comissão de Finanças, Orçamento e Tomada de Contas da Câmara analisou o parecer prévio e emitiu parecer concordando com o TCE, ou seja, reprovando as contas do ex-prefeito. O parecer da comissão foi apreciado na noite do dia 15 de agosto, momento em que o ex-prefeito Ivonei Abade esteve presente e se defendeu.

Antes da votação, Ivonei Abade usou a tribuna do legislativo e prestou esclarecimento na tentativa de convencer os vereadores a não reprovarem a prestação de contas da sua gestão. Depois da fala de Ivonei, dois vereadores fizeram pronunciamento argumentando defesa em favor do ex-prefeito. Outros quatro vereadores usaram a palavra para manifestar contrariamente à prestação de contas. Tanto o parecer da Comissão de Finanças, Orçamento e Tomada de Contas quanto o Projeto de Resolução que rejeitava a prestação de contas teve o mesmo resultado: 11 votos a favor e 3 contra. O voto foi nominal e aberto em que o vereador respondia sim ou não. A Câmara de Janaúba possui 15 vereadores, mas, nesse caso, o presidente da mesa não votou, conforme determinação regimental. (Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Janaúba)