BARES NA MIRA DA JUSTIÇA E DA POLÍCIA; COMBATE ÀS DROGAS E ÁLCOOL

por jan — publicado 08/04/2013 15h45, última modificação 30/08/2018 17h11
CÂMARA DE JANAÚBA FOI REPRESENTADA, NESSA REUNIÃO, PELOS VEREADORES SÉRGIO COELHO, SEBASTIÃO FREIRE E CARLOS ISAILDON.

Foto Oliveira Júnior

 

Reunião sobre as drogas no município; de camisa azul, à esquerda, vereador Sérgio Coelho, e à direita o vereador Sebastião Freire, o Tião da Goiaba, de camisa listrada e de costa.

JANAÚBA (por Oliveira Júnior) – A qualquer dia deste mês de abril haverá uma campanha sistemática nos bares, restaurantes, casas de shows e similares com o intuito de evitar que menores de idade façam uso de bebida alcoólica e entorpecente. A fiscalização será efetuada por agentes da prefeitura com o apoio da Polícia Militar, Polícia Civil, Ministério Público, Justiça e dos conselhos Tutelar e dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes. O dono do bar poderá ter o alvará suspenso e até preso caso efetue e seja conivente com a venda ou distribuição de bebida alcoólica e droga a menores.

Essa medida de repreensão ao uso do alcoolismo e tráfico de drogas foi definida em reunião com os representantes dos segmentos da sociedade, esta semana, em que foi exposto o diagnóstico da influência dos entorpecentes e violência entre os jovens. Para a Promotora de Justiça da Comarca de Janaúba, Vanessa do Carmo Diniz, tem que fortificar e incentivar a sociedade a está imbuída no propósito de erradicação do vício às drogas. “A maioria da sociedade é formada por gente boa, a maioria das família consegue cuidar dos filhos”, declarou a representante do Ministério Público Estadual para quem “uma minoria é que causa a situação” de desestruturação da vida através das drogas.

Na concepção do Bispo José Geraldo Ribeiro, da Diocese de Janaúba, deve priorizar a prevenção oferecendo à população, principalmente os jovens, oportunidades de lazer, esporte, religião, educação e capacitação profissional. “A igreja tem a função de formar cidadãos”, explicou o líder católico ao anunciar que desde quando assumiu a diocese tem promovido encontros familiares com a participação de mais de 4 mil casais. O bispo anunciou que em breve será instituído o movimento que envolva os jovens de maneira a reduzir os conflitos sociais. O Pastor Benjamim Antunes, presidente das igrejas evangélicas de Janaúba, entende que as medidas preventivas são importantes e é necessário que haja facilidade para a explanação dos princípios da família.

Tanto o Tenente Coronel Klevson Pires Martins, comandante do 51º Batalhão da Polícia Militar de Janaúba, quanto a delegada Gessiane Soares Cangussu, chefe da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Janaúba, defende o fortalecimento do sistema de segurança para que se tenha resultados positivos nas ações de prevenção e combate ao alcoolismo, ao uso e tráfico de drogas e à criminalidade. Isso também foi enaltecido pelo Juiz Vitor Luís de Almeida, da Comarca local.

A educadora Elizabeth Cristina Batista de Azevedo, a Liz, alertou que são nas escolas onde há um parâmetro da real situação do envolvimento de alguns jovens com as drogas, alcoolismo e criminalidade. “Infelizmente essa pequena parcela de jovens que convivem com as drogas pode comprometer a maioria da juventude”, explicou Liz Batista, diretora do Centro de Educação e Cultura (CEC), entidade organizadora da reunião ocorrida no Fórum de Janaúba. Maria Orlinda Silveira, da Superintendência Regional de Ensino de Janaúba, lembrou que o impacto dos jovens descaminhados para o mundo das drogas, do alcoolismo e da falta de estrutura familiar recai nas escolas fazendo com que essas instituições, às vezes, deixam de lado o princípio pedagógico. Orlinda informou que na área de abrangência da superintendência é desenvolvida a capacitação dos educadores e da comunidade escolar sobre a eficiência na formação dos alunos e os conscientizando sobre os malefícios das drogas.

Essa reunião também teve a participação de representantes da prefeitura, da Câmara de vereadores, Defensoria Pública, Ordem dos Advogados (OAB), Conselho Tutelar, Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes, Corpo de Bombeiros, entre outras entidades.